dodô

dodô

12 abril 2009

dos erros felizes

"Os acasos identificariam, então, certas possibilidades nossas latentes, que encontram num acidente fortuito o momento oportuno de se realizarem. Parecem assim fornecer um trampolim para darmos um salto adiante - salto este, que de alguma maneira nós já queríamos dar porque já estávamos prontos."

In: Ostrower, Fayga. Acasos e Criação Artística. pág 23

Nenhum comentário: