09 outubro 2021

Quente!



A Lua já tava daquele jeito no signo de Marte combusto/cazimi/combusto no signo da Vênus. 

Agora ela não só se livra da armadura apertada, como já se junta à própria deusa do amor em Sagitário, o fogo mutável.

No flerte por sextil, Mercúrio, Sol e Marte, os caras todos no mesmo grau! Aiaiai. A vez é de Mercúrio e ele seduz com a palavra, assaz direta porque mimetiza os coléricos:⠀⠀⠀⠀

"Depois desse prescrutador olhar, que penetrava a roupa, já nada voltaria a ser igual. Tita soube na própria carne por que o contato com o fogo altera os elementos, por que um pedaço de massa se converte em torta, por que um peito sem ter passado pelo fogo do amor é um peito inerte, um bocado de massa sem nenhuma utilidade."


Da casa 4 da lunação, os mais velhos aprovam, por sextil e por trígono. 

É a vida acontecendo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

[Mercúrio citou: Laura Esquível, Como água para chocolate]



08 outubro 2021

Marte cazimi em ar


                 Marte segue em cazimi. Com ele, além do Sol, estão Mercúrio e a Lua. Todos em trígono com os grandes em Aquário, na casa 4 da lunação, a casa das raízes. Raízes bem fincadas. Nessa lunação kinstugi, é bom colocar os pés no chão. Tô dizendo no sentido figurativo, quero dizer no coração, no seu centro, o que você considerar como sendo sua pedra primordial. Pedra também no sentido figurativo porque entre Libra e Aquário é tudo ar. 

                 Esses tempos um chuchu brotou, foi pro quintal. E é impressionante como o broto, um fiozinho de nada, se lança, ereto e intrépido, rumo ao céu infinito, ao desconhecido, pra cima, sem saber até quando terá que sustentar com suas próprias forças até encontrar algo em que se apoiar. 

                 Enquanto isso, seu corpo que seca e se decompõe lança as raízes no chão,. Saturno e Júpiter fornecendo, cada um a seu modo, estrutura e nutrição à cólera do broto. Porque apesar de estar em signo sanguíneo, Marte é um planeta colérico. Em cazimi, o ímpeto de vida prevalece. Mesmo que você tenha que pintar as cicatrizes com ouro.



26 setembro 2021

triângulo


                 A Lua se aplica aos dois maléficos, em trígonos exatos.  E, eles entre si, em graus partis, os três. Os assuntos dos planetas e dos signos se misturam. Finitude, perenidade, violência, beleza. A Lua não se impressiona, carrega consigo o mito dos gêmeos Castor e Pollux, que transitam entre o mundos dos vivos e o dos mortos, alegria, guerras e fraternidade. Nesse mito a finitude perdeu a força, numa negociação com Hades, 

                 Na nossa época, também a finitude perdeu força, a inteligência humana desenvolveu conservantes, ultraprocessados, e, a partir de matéria natural, criou esses zumbis. Refrigerantes, maionese que não estraga, bolachas entupidas de gordura hidrogenada, agrotóxicos a rodo, açúcar, açúcar, açúcar...! Duram mais na prateleira, detonam nosso sistema imunológico. Eles duram mais, a gente dura menos. A inteligência pode ser maléfica (contrário à vida, como no conceito astrológico), o desejo também: Vênus e Marte exilados, um no signo do outro. Eles se ajudam mas ambos vão muito mal. Como já disseram, são planetas em "mútua decepção". 

                 Mercúrio e Júpiter também participam do triângulo, em graus mais afastados. Mercúrio disposto pela Vênus no signo de Marte, Júpiter disposto por Saturno.  É o que tem para o jantar. Mesmo assim, posso pedir, Mercúrio? Ajuda a gente a usar a inteligência de forma que a gente não se maltrate tanto? Nesse trígono com Júpiter, ajuda a gente a ter esse triângulo equilátero sobre nossas cabeças como uma lembrança da divindade que temos?



19 setembro 2021

Lua cheia em Peixes


Eis que a Lua entrou no signo dos peixes, o das infinitas possibilidades. Ela, linda, gorda, exibe  seus próprios mares. 

Dá gosto ver a Lua se alimentando de luz. 

Dessa vez, do Sol que está em Virgem e que joga luz também à qualidade de burlar fronteiras que faz parte do nosso processo de alimentação: "o paladar exige introduzir em si uma partícula do mundo, seja ela de que natureza for"°.


° Laís Mendes V de Oliveira



14 setembro 2021

Wasabi


Entre  8.30h e  21h, não confunda o céu com pistache.

De manhã a Lua entra em Capricórnio, fazendo trígono com o Marte que ela exalta. Marte bisturi, combusto: afiado e com sangue nos olhos, apesar de melancólico em Virgem.

A Lua também chama pra mesa a Vênus, que anda por signo de Marte, aliás.

À noite Marte troca de signo e muda os ânimos. 

Até lá o céu é wasabi!

Raiz discreta, que não grita vermelho, ao contrário, tem uma cor agradável, fria, Vênus escorpião.

É preciso delicadeza virginiana para servir.

Quem já passou do ponto, sabe.

O nariz arde e pela altura dos olhos a zarabatana entra no cérebro, a pressão faz explodir é só estilhaço pra todo lado!

Abre espaço, porém. A sensação é de que até as ideias ganham mais espaço. É o que se espera de Marte no signo de  Mercúrio.

Pega um lenço e aproveita.



08 setembro 2021

Eles passarinho

 

                 Depois de passar a tensão com os coléricos ontem, a Lua entrou em Libra, o trecho da eclíptica que tem andado mais amabilíssimo, por sinal. Vênus, a regente, está ali cuidando da casa e recebendo os convidados pessoalmente.  Saturno, regente por exaltação, domiciliado em Aquário, olha por trígono, absolutamente amigável.
                 A Lua chega ali e já sente a lufada de ar bom. Encontra Mercúrio, passarinhos. Mercúrio voa bem demais mas continua sempre aprendendo. Convida a Lua, argumenta que esse momento é propício: os três regentes da triplicidade do ar num trígono espaçoso, e Júpiter tava contando como é voar como águia! A Lua, nova ainda do recém encontro com o Sol, diz: quero ser  um uccelletto! Mercúrio ri da Lua parlando. Joga um raminho de sálvia nela.
                 — Isso! Porque tem um prato que se chama fagioli all’uccelletto, usaremos essa sálvia. Vênus, tem tomate?
                 — Sim, querida, mas antes vamos ouvir Saturno também falar sobre o vôo. Não é sempre que ele se dispõe a falar.
                 — … e como disse Valéry, deve-se ser leve como um pássaro e não como uma pena. — disse Saturno.


06 setembro 2021

Lunação de Virgem

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 O encontro da Lua com o Sol acontece hoje à noite na casa 5, em trígono com o Ascendente em Touro.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Tanto o regente da lunação — Mercúrio — como do Ascendente — Vênus — estão juntos em Libra na casa 6, a casa da labuta e do franco desprazer. Ambos estão em trígono com Júpiter e Saturno em Aquário, mas se a gente considera o grau, vê que Mercúrio está conversando mais próximo a Saturno, traçando planos para curto e longo prazo, e os benéficos também falam entre si mais de perto.

                 Aquário e Virgem trazem a temática do servir.⠀
                 E que bom é poder servir.
                 Boa fortuna pode vir da labuta constante, mas na medida em que respeite o labutador, todos temos nossos limites. Do trabalho da casa 6, com inteligência, respeito aos tempos dos processos, com o cuidado virginiano e a fertilidade da casa 5, o resultado é a abundância.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Touro no Ascendente chama a atenção para o corpo. Estou falando de trabalho e cuidado físico mesmo. Tem gente com fome, né? Saturno, senhor dos ossos, quadra o Ascendente.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 A gente segue se cuidando (cuida também com esse Marte combusto logo à frente!) e, quem pode ter essa felicidade, também serve à comunidade com seu grãozinho de feijão. Saco vazio não para em pé!


 

17 julho 2021

Trígono de Água


 

                 A Lua chegou em Escorpião formando um triângulo de Água no Céu. Água cardinal, fixa e mutável fluem livremente. Pelas bandas de cá, ainda está molhado da chuva, e pinga em mim.
                 Marte, muito colérico em Leão, tem grande influência, já que rege a Lua em Escorpião e ela, por sua vez, rege o Sol em Câncer, outro vértice do triângulo. Por isso é aguardente.
                 Porém não vos aflija: numa olhadela pela história da cachaça encontrei esse trechinho, muito pertinente a esta tradução celeste: "A água ardente vai para as mãos dos Alquimistas que atribuem a ela propriedades místico-medicinais. Transforma-se em água da vida. A Eau de Vie é receitada como elixir da longevidade."
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                Possíveis efeitos colaterais: carência cardinal, paranoia fixa e riqueza sem limites ("Deixa que essa eu pago!"), indubitavelmente mutável.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ:
https://www.catarse.me/gastronomicas


 

13 julho 2021

Letras

 

                 A Lua em Virgem, Lua mercurial, contida e detalhista, se opõe a Júpiter em Peixes ao mesmo tempo que Mercúrio lunar, ainda que arisco e discretamente, se abre a ele por trígono.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                Sopa de letronas ou poema?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
"Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.
Tem paciência, se obscuros. Calma, se te provocam.
Espera que cada um se realize e consume
com seu poder de palavra
e seu poder de silêncio.
Não forces o poema a desprender-se do limbo.
Não colhas no chão o poema que se perdeu.
Não adules o poema. Aceita-o
como ele aceitará sua forma definitiva e concentrada
no espaço.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma
tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível que lhe deres:
Trouxeste a chave?"
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
~ Drummond (trecho)
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ:
https://www.catarse.me/gastronomicas


 

11 julho 2021

canjica

 

                 A filha de Afrodite e Ares, Vênus e Marte, o amor e a guerra, é chamada Harmonia.
                 Harmonia é uma questão central nossa, humana, que temos em nós o amor e a guerra em permanente convivência, e em constantes desequilíbrios. O tema tocará a Lua logo mais, amanhã. Como vão Lua, Vênus e Marte em Leão, essa pode ser uma questão de identidade, e de valores.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Por ora a Lua se opõe a Saturno, que insiste para que ela se dispa do que não é necessário, fica mais fácil para olhar a situação com mais clareza. Coisa que nem passa pela cabeça da Lua, na mútua disposição com o Sol em Câncer, praticamente tudo é necessário, o que seria da minha identidade e dos meus valores sem cada memória que me constitui?
                 Chega a ser doído ouvir isso da Lua porque, quando eu escrevo "Saturno insiste", é uma delicadeza ingênua, sabemos Saturno pode, só com um movimento de foice, arrancar o que quer que seja que ela agarra.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 A mim me cabe, acredito, encontrar uma harmonia pra gente materializar, como uma oração. A imagem que me vem é o milho. O milho seco, de Saturno, da natureza colérica do Leão. O milho que é fácil de distribuir, que mata a fome, que rende! O milho que foi o deus Sol aos americanos pré-coloniais, parte da nossa raiz. Por fim, o milho que, hidratado, cozido na panela canceriana, volta a ser macio, nutritivo e aconchegante.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Escolhi a canjica. Imagino que Mercúrio, recém chegado em Câncer, vai gostar. Mungunzá? Brinca a voz de trovão por trígono ao pequeno. Júpiter, como disse a @astroliricas, "não nasceu ontem, como Mercúrio", e agora, em Peixes, pode mostrar as não-fronteiras nas fronteiras dos dialetos do Brasil. Tão bonito isso. Também legal observar isso na CPI da Pandemia: a beleza dos sotaques. Como o linguajar de todos ali é mais ou menos uniforme, os sotaques ganham mais cor.
                 Você pode comer canjica ou mungunzá, mandioca ou aipim, e na sua riquíssima individualidade, dar cor ao mar que é a Humanidade.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ


 

09 julho 2021

Lunação de Câncer


 

"Comida é um jeito de voltar."
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Cada um tem as suas comidas que fazem voltar. Uma das minhas é o cuscuz paulista. Tão colorido, tão cheio de gostinhos... o ácido do palmito em conserva, o calor da pimenta cumari, o salgado da azeitona, o acolhimento bem temperado da massa de tomate com farinha de milho! Como o encontro da Lua com o Sol acontece na casa Cinco, vou chamei-o nesta lunação de Cuscuz à la Oskar Fischinger.
Vai me dizer que você também não passou (e/ou não vai passar) umas horas que nem uma criança nesse doodle?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ


28 junho 2021

Sopa


  ~ Capítulo 2 ~
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A Lua refresca os pés na água do mar. Um alívio! Como Mercúrio disse ontem, logo encontra Júpiter e entrega a ele o cartão com a receita e conta o que aconteceu.
Ele a abraça, hidrata, perfuma com noz-moscada, oferece vinho branco.
Quando se dá conta, a Lua está que é praticamente uma ambrosia.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Uma maneira que se usa servir a sopa de cebola é gratinada, com uma fatia de pão e queijo, por cima, no forno, tudo gratinado junto. Mas a Lua não quis nem saber de forno, quer ficar molhadona, e é tão linda assim; a cebola praticamente derrete mas ainda cintila como escamas, ou como a superfície do mar. O que é peixe, o que é mar? O que é céu, o que é mar? O que é Lua, o que é cebola? O que é Lua, o que é mangue? Essa sopa é assim, nada de fronteiras, muitos sabores e bem docinha.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O Sol, aliás, está apaixonadíssimo!
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

 

Sopa de cebola

Derreta, em fogo baixo, 1 colher de sopa de manteiga vegetal com 3 colheres de azeite de oliva numa panela grande de fundo grosso. Quando a manteiga e o azeite estiverem quentes, acrescente 6 xícaras de rodelas de cebola. Cozinhe as cebolas com a panela tampada por 20 minutos até ficarem macias. Com a panela destapada, aumente o fogo para médio e acrescente 1 colher (chá) de sal, um pouco de pimenta-do-reino moída, um tiquinho de noz-moscada e 1 colher (sopa) de açúcar; continue a cozinhar, mexendo de vez em quando, até que as cebolas fiquem bem douradas. Salpique as cebolas com 3 colheres de farinha de trigo e mexa lentamente por 2 a 3 minutos, para cozinhar a farinha. Retire por um momento a panela do fogo, adicionando aos poucos 8 xícaras de caldo de legumes fervendo e 1 xícara de vinho branco seco. Ponha de novo no fogo baixo e deixe cozinhar, com a panela parcialmente tampada, por 30 a 40 minutos. Pouco antes de servir, ponha 3 colheres de conhaque na sopa.

Enquanto a sopa estiver no fogo, pincele com azeite de oliva 4 fatias de pão francês com casca, para em seguida esfregá-los com dentes de alho. Ponha depois o pão num tabuleiro no forno pré-aquecido a 120°C por 15 min., até que o pão fique levemente dourado.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ




27 junho 2021

Caepula

  


~Capítulo 1 ~

 

Lua, que bom te receber nesse trígono! Eu vi o diabo que você passou mas agora que é exato, posso olhar nos teus olhos e te dizer: o pior já ficou para trás.
No arco entre a oposição a Marte e a conjunção com Saturno (ou o contrário), vários têm sofrido como se fosse o horror do caminho do inocente para o abatedouro. Logo será Vênus.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Ali você chegou recém saída do exílio, luminosa, cheia, como uma grande e suculenta cebola. Foi cortada por Marte, desidratada por Saturno. Míngua a olhos vistos.⠀⠀


Lua, olhe à frente, um mar te espera. Você vai encontrar Júpiter, peça que ele te coloque em uma constelação onde estará segura. Será a constelação Caepula, e nem a humanidade nem os deuses poderão esquecer o que aconteceu, e verterão lágrimas.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
É verdade, lá de cima você não pode nutrir ninguém. Ah, Lua. 


Veja! Quando encontrar Júpiter, entregue isto a ele. Te agrada? Alimentará, com tua doçura, a grã-finos e a pobres, e a bêbados — onde ganhará fama, o mercado Les Halles — a "gângsteres, prostitutas e gigolôs, além dos empregados do mercado, ou socialites curiosos e muitos — oh, são tantos — expatriados americanos."
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
*Suzanne Rodriguez-Hunter. Achados da geração perdida

Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ

 




Menu do dia há tempo demais!

 


24 junho 2021

Lua cheia em Capricórnio

                  #TBT #QPR da Lua em Capricórnio, hoje transbordante da luz do Sol em Câncer.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Um dos primeiros passos deste caminho foi a Lua damasco em Capricórnio.
                 A Lua, tão molhada, tão receptiva, quando chega nesse signo seco, regido por Saturno, só há de ficar desidratada. O damasco-Lua foi no arroz negro com amêndoas tostadas e salteadinhas com pimenta caiena antes de se juntarem ao arroz. Ainda um tiquinho de pimenta verde picadinha no prato, e salsinha.
                 Cuidado para não perder o ponto do arroz, é tudo bem durinho de mastigar sim!, que a vida no signo de Saturno não é nenhum pudim.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Dê-se um minuto para olhar a Lua hoje.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ


 

21 junho 2021

bagel


                 O Sol entrou em Câncer e reverbera os trígonos com o Júpiter fertilíssimo e com a Lua fermentadora. E eu suspirei saudosa de um pão. Já amei muitos bagels mas este, inspirado pelos Girassóis do Nani, eu amo mais.
                 Do Céu, além do já dito sobre o triângulo de Água, mais a Vênus, que dá mais delícia, há a indisfarçável tensão: maléficos se aproximando da oposição, e a Lua quadrada a ambos. A tensão é visível nesse pãozinho porque ele mergulhou na panela com caldo de beterraba antes de ir para o forno. Mas todo pão precisa de tensão! É ela que dá a estrutura, que vai dar o formato, que vai ajudar a aprisionar o ar em seus alvéolos perfumosos, resultando em... leveza.
                 Pra quem faz pão é clara a dignidade de Saturno nos signos de Ar: o tempo é quem possibilita isso tudo.
                 Nos bagels há uma tensão a mais: os pequenos são levemente cozidos antes de irem para o forno.  Alguns minutinhos que selam a superfície, comprometendo sua elasticidade. Então, no forno, a massa quer crescer mas a casca não cresce. Como o caranguejo, ou o escorpião. O miolo não consegue se expandir (só o pouco que faz essas rachaduras na casquinha, como Júpiter muito lento, começando com esforço o movimento de retrogradação), e você tem um pãozinho mais denso ainda que fofíssimo.
                 Se o bagel tem um mapa, é o de hoje. De mais à noite, com Júpiter em Peixes no Ascendente, Vênus e Saturno jubilados. Marte também jubilado, garantindo o fogo fixo  porque sem ele não tem pão.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A receita do bagel vai melhor em vídeo, por causa da manipulação da massa. 

Eu gosto bastante desse aqui.⠀⠀⠀⠀⠀


Você também pode ver o original Os Girassóis do Ernani

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀






19 junho 2021

Pesa na balança

 

                 A Lua, agora em Libra, faz trígono com Mercúrio, Sol e Saturno, eles lá em seu trígono também, uma grande movimentação de Ar. Ar bem frio, em alguns lugares, com chuvinha, vista ali no trígono entre os benéficos em signos de Água.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Lua quadra Vênus em Câncer, sua dispositora. A Lua tem que ir pra rua, movimentar alguns afetos, a chuva dificulta. Vai pra rua. Fica em casa. Cada um sabe o que pesa em cada prato da própria balança.⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 À noite a Lua toca a espiga na mão da Virgem. Eu  me lembro de ouvir da Yxapan que o milho precisa do homem para cultivá-lo. É um cuidado mútuo.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Astreia, a que leva a espiga em uma mão e a balança em outra, veio ao mundo para nos ensinar as Leis, a Justiça. Que também precisa de cuidados. Também deveria ser um cuidado mútuo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Para adoçar e perfumar a casa e as ideias, o bolo cremoso que chega a parecer uma pamonha. Tão bom quente quanto frio, se sobrar.

    O bolo é daqui tim tim por tim tim

250g de milho cozido (aproximadamente 1 + 1/2 xícara) 

200ml de leite de coco

1/2 xícara de açúcar demerara 

2 colheres (sopa) de óleo de girassol 

1/2 xícara de fubá mimoso 

1 pitada de sal 

1 colher (sopa) de fermento 

1 colher (sopa) de vinagre de maçã 

 

Ligue o forno a 200°C .

Unte uma forma redonda de 24cm e polvilhe fubá

No liquidificador, bata até ficar homogêneo o milho com o leite de coco. Use 2cS de água (quente facilita) para "lavar" a garrafinha e junte no liquidificador. Adicione o óleo e o vinagre e bata mais. Junte também o açúcar e bata.

Tenha certeza que o forno está quente.

Se estiver, adicione o fubá e bata mais um pouco e por ultimo, apenas para misturar, o fermento.

Coloque na forma untada e leve ao forno.

Aqui demorou bem mais do que o inicado no vídeo (uns 40 min) e mesmo assim ficou cremoso.


⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ


 

 

Fora Bolsonaro!


 

12 junho 2021

Bem bom in brodo


                 A Lua é nosso filtro imediato. do Céu, só passa pra nós o que passa por ela. Hoje, ela não vê o Sol, não ouve Mercúrio, nem vê os maléficos. Toca Vênus, e segue ao seu lado, e Júpiter, voyeur consentido por trígono. Talvez tenha sido algo assim com Europa, Io, Calisto, Ganimedes...
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 Hoje é dia de são João Dória [pai], ou dia dos namorados. Muito auspicioso!
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
                 De qualquer forma, um bem bom in brodo para todes!

 

Tudo de preparo lento e suave.

Tome uma batata doce não muito grossa. Besunte com óleo, embrulhe em papel alumínio e asse em forno a uns 180°C.

Prepare o brodo: eu usei aquele potinho que fica no congelador guardando toquinhos dos vegetais usados. Desta vez tinha uns talos de cogumelo, casca de cebola, talos de salsinha e aqueles fios que se misturam com as sementes de abóbora, por isso ficou com uma cor mais quentinha.

Coloquei em água fria, adicionei temperos: sementes de coentro amassado, alho só cortado ao meio, pimenta do reino e sal.

Use os ingredientes e temperos que quiser. Cada um tem  um gosto e, afinal, minhas panelas, minhas regras.

Deixei em fogo baixo por uma hora e coei em filtro de café, para deixar bem cristalino.

Eu deixei tudo gelar para não murchar as folhinhas para a foto, então consegui partir a batata doce com as mãos e consegui essa textura suculenta. Mas quentinho, pelo menos no frio que está aqui, fica ainda melhor.

Coloquei os pedaços de batata doce no prato, salguei e então coloquei o brodo e folhinhas de manjericão e pétalas de capuchinha.

<3

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀