19 março 2021

Mercúrio mutável

 

No momento leio um livro recheado de hashtags. Yep, um livro impresso, sem link para hipertexto, e as hashtags estão lá. Cada vez que a leitura passa por uma há de verdade uma janela que se abre.  Até agora por todas entrou uma luz, como quando uma cortina abre com o vento.
Cada vez funciona como um convite para adicionar uma ideia/imagem/definição da palavra destacada, ou buscar o que outros adicionaram, mas no livro é impossível, então essas janelas se abrem a um espaço infinito. Cada palavra é work in progress. E por mais que a gente saiba que toda palavra é assim, e que todas as palavras de todos os livros são completadas pelo leitor, a autora deixa escancarado que a linguagem não é fixa e que ela é formada com cada contribuição que a gente faz no dia a dia.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Mercúrio passa do fixo Aquário para o mutável signo de Peixes e mesmo em queda, exilado, consegue abraçar as nuances das línguas. Ele se junta ao Sol e à Vênus exaltada e combusta e mergulha no oceano do internetês e de tudo mais, assim como sempre esteve nas ruas, nas biroscas, nos rolês. Passa a prestar contas a Júpiter que tem mais colo e coração para abraçar mais palavras e trejeitos do que Saturno está disposto a fazer.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A Lua só bota mais vento nesse vendaval pois se jubila em Gêmeos na terceira casa do mapa da lunação; pega tudo o que ouve, joga pra Mercúrio seu dispositor, e Mercúrio acata mesmo que não mostre pra nós o que gesta ali na casa 12 (do mapa da lunação).
Uma das imagens da casa 12 é a gestação. Em Peixes, a casa 12 que seria apenas uma fatia de 30 graus da circunferência do mapa perde fronteiras, torna-se mais infinita como a 12 já é. É como a hashtag extrapolando a relação da palavra com o leitor.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O escritor é o pai, ele coloca a semente, e o leitor é a mãe, que recebe a semente e gesta, e assim cada leitor gera um livro.
Esqueci quem disse isso, se vocÊ souber me dá um alô por favor. É lindo, não?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Com a comida acontece igualzinho.
Cada ingrediente tem uma abertura para inúmeras hashtags, e aí entra de tudo: gostos, afetos, traumas, símbolos. Cada pessoa que olha esse cogumelo tem um cogumelo diferente baseado em tudo que já aprendeu sobre cogumelos, sobre os cogumelos que comeu e sobre os desenhos de ficção científica que ele parece ser um personagem.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, inclusive o mapa do ingresso solar do sábado, dá uma olhada no Catarse do DÔ:
https://www.catarse.me/gastronomicas


 

04 março 2021

Marte em Gêmeos

 

Ainda não bateu aqui porque não bateu até a Lua, mas Marte já chegou na cozinha, está afiando facas, manuseando utensílios, escancarando as janelas, AR!
Marte teve algum tempo de ruminar umas receitas, agora é pensar com o corpo, se deixar levar pelos processos e pelas surpresas. Deu errado? O que é dar errado?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Com tantas pernas e tantos braços, se move com destreza pelo espaço, se move com destreza pelas ideias, pensa com as mãos, tempera ideias e panelas. Salteia! Panelão borbulhante é legal mas nada nesse fogão dedeus é mais divertido do que saltear: trabalho de faca, cortando os ingredientes do tamanho que bem entender, depende da intenção, e fogo alto, uma panela sem arestas, de preferência uma frigideira ou uma wok e aquele colorido todo saltando em pura promiscuidade e alegria e rapidamente está pronto!
Isso tudo, a depender de Mercúrio, claro, pois todo o ambiente de Gêmeos depende do seu humor.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Mercúrio hoje está em Aquário, no encalço do grande benéfico e faz trígono com Marte. Não só está de acordo com os métodos citados mas ainda sopra pro cozinheiro possibilidades que funcionam tão bem que já se tornaram clássicas e, mesmo no ar, a gente caminha melhor onde tem algum chão, se assim posso colocar. Que Marte mantenha o bom humor, porque já leva uma quadratura de Vênus e logo a Lua aparece por oposição e nenhuma aprecia seus métodos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Como sem querer acabei imaginando a Lua e Marte brincando de Guilherme Tell, trago uma receita de maçã agridoce para acompanhar um salteado. Até mesmo porque receita de salteado de Gêmeos nem existe, francamente: abre a geladeira, vê o que tem, corta tudo, aquece um óleo que você gosta e faz os ingredientes saltarem ali. Calor e movimento, essa é a receita.
A maçã pode ser preparada já para que fique mais curtida e os sabores mais pungentes quando a Lua chegar em Sagitário, à noite, e eles se colocarem em posição.

 

Maçã agridoce  

2 maçãs pequenas descascadas,
1/4 cS cúrcuma em pó
1/2 cS sementes de mostarda
1/4 xíc suco de limão ou vinagre branco
1/4 xíc açúcar
1/2  xíc água
2 cS óleo
pimenta calabresa
pitada de sal

Misturei bem e coloquei para ferver o vinagre e o açúcar.

Cortei as maçãs e coloquei na água com uma pitada de sal.

Quando ferveu a mistura agridoce, acrescentei a maçã com a água e o sal.

Em uma frigideirinha, aqueci o óleo e coloquei ali a semente de mostarda. É como Marte em Gêmeos, cuidado, elas pulam! Quando isso começar a acontecer, coloque a cúrcuma, mexa rapidamente e coloque na panela com a maçã. Apimente a gosto.

Eu gostei delas al dente. Ficam menos resistentes caso você queira guardar mas aqui durou 2 refeições.

Para acompanhar um salteado eu gostaria dela um pouco mais azeda; se você também não é muito de doce, considere um chuá a mais de viagre ou limão.

 [a receita original aqui]



 

13 fevereiro 2021

sonho da Lua em Peixes [2]

⠀⠀⠀

 A Lua encontra Marte por sextil. Ele, que foi testemunha ocular do que ela considerou um sonho tem agora todas as fotos que ele tirou através da quadratura. A Lua, dispersa, mutável, questiona a certeza que temos de que a fotografia é a prova da verdade. Essa Lua tem muitos olhos, como pode aceitar apenas um ponto de vista?


Mas Marte, num signo fixo, de terra, de tempo, recebendo tantas quadraturas inclusive da sua dispositora, não está muito para conversar, nada vai mudar sua ideia. "Tenho provas!"

A primeira foto: batata doce crocantíssima, em seguida a foto da salada de agrião com erva doce, e finalmente o grande flagrante: hambúrguer de lentilha temperado com diversas especiarias, inclusive pimenta-do-reino.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Eu, que estava na cozinha, me lembro muito bem da cena: Marte chegou, venusiano porém muuuito assertivo. Ouviu de Mercúrio que pimenta-do-reino não faz sentido em Aquário e comprou essa briga. Praticamente invadiu a cozinha e trouxe sua pimenta especial: uma pimenta de cheiro lindíssima.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Bem, quem cozinha respeita Marte. Ele é quem cuida do fogo, da faca, da disciplina. Acatei imediatamente!
Ele levou quase toda a comida mas dispensou a ambrosia por motivos de ranço: além da quadratura, Touro e Aquário fazem contra-antíscia, uma situação de embate.
Deixou uma garrafa da pimenta de cheiro.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Marte está em Touro e portanto exalta a Lua, então conta isso tudo com simpatia, como convém a uma relação de sextil. Lua num signo molhado está pela boa nutrição, passa um tempo discutindo as fotografias com prazer, e fica fascinada com a infinidade de histórias e pontos de vista que pode encontrar nesse mar que é o mundo, e no mar que são seus sonhos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ


12 fevereiro 2021

sonho da Lua em Peixes

 Lua acordou de um sonho estranho. Sonhou que esteve exilada e vagava por mapa vazio a não ser pela visão de Marte por trígono. Então começou a ouvir um som abafado.

Viu o lugar chamado Cafetería Ganimedes, inaugurado pela @canela.borges e entrou para tomar  uma taça de ambrosia,  a passagem por Capricórnio sempre deixa a pequena com muita sede, especialmente como foi dessa vez, minguante, um fiapo.

O lugar parecia uma das fotografias de paisagem com nuvens do Ansel Adams. Sombras marcadas, o ar fixo, e tudo muito palpável, sensorial. "ou será essa a minha impressão, já que estou tão perto do corpo do mundo que sou atravessada por suas sensações?"
⠀⠀⠀⠀


 Lá dentro estavam todos os que ela não via antes: encontrou Saturno, de muito bom humor por sinal; deu uma de cupido para Vênus e Júpiter; viu um touro bravo pela janela; falou rapidão com Mercúrio com quem praticamente deu trombada!, até que finalmente encontrou quem ela queria: o Sol. Ela sabia, no sonho, que encontrar o Sol marcaria um momento de começo, algo assim, é meio confuso. E de repente a imagem congelou e ela era senhora da porta da Cafetería mas quem estava cuidando era um cachorrão, parece que se chama Sirius, enquanto eles todos estavam no banheiro, Vênus estava com Júpiter, Mercúrio andava para trás, e ela com o Sol. Os dois também estavam no ombro do próprio Ganimedes, onde um brilho dizia "the luck of lucks"¹.
⠀⠀⠀⠀
E é disso que ela se lembrava quando acordou hoje em Peixes. Só pode ter sido um sonho louco. Tão vívido que ela ainda sente no seu corpo.
⠀⠀⠀⠀
Marte olha pra ela com aquela cara de "você lembra o que você fez ontem?" mas a pequena ainda nem se deu conta dele. Amanhã eles se encontrarão por sextil.  Ele espera com paciência taurina, decidindo se mostra ou não as fotos.
⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ


¹ segundo o site Astrology King a estrela fixa Sadalsuud, situada no grau 23 de Aquário, tem seu nome da expressão سعد السعود (sa‘d al-su‘ūd) que significa "a sorte das sortes" mas em inglês fica mais legal porque lembra a expressão 'get lucky'.


 

11 fevereiro 2021

Lunação de Aquário


 

Lunação de Aquário
Saturno strikes again!
Mas agora num signo de Ar
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
“No tempo linear, o nascer do sol é a causa do canto do galo; no circular, o canto do galo dá significado ao nascer do sol.”
(Vilém Flusser, A filosofia da caixa preta)
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu da lunação, dá uma olhada no Catarse do DÔ:
https://www.catarse.me/gastronomicas
O texto de Aquário está quase pronto


 

 

02 fevereiro 2021

Marte em Touro


 

A maioria de nós nem vai ver. Mas é assim mesmo, os padeiros têm outro horário. Esse padeiro do Céu nem se fala!
Marte já está com o forno aceso desde a quadratura com o Sol. Afinal, o fogo tem que baixar, a lenha virar brasa, o ambiente interno esquentar, isso vai com tempo, não é só tacar fogo.
Não vou nem fazer suspense, apresento nosso Marte em Touro.


⠀⠀⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Pois, já vai ele com o fogo aceso preparar a massa.
Um pouco depois da uma da manhã a Lua passará pela estrela fixa Spica, localizada na espiga que a Virgem leva em uma das mãos. Spica nos lembra que os ciclos se repetem, e que a cada repetição a gente melhora um pouco. Tira o desnecessário, otimiza processos. Processos de confecção do pão, processos de limpeza do espaço, da confecção da vassourinha.
Quando assisti o vídeo pela primeira vez achei bonito o espelho pendurado na parede. Eu já estava vendo o Marte em Touro, signo da Vênus.
Então ele mostra seu uso na padaria e o espelho ganhou ainda beleza da função.
Ah, Lua em Libra, nada como um trígono com a sua dispositora, os dois pratinhos da balança cheios, equilibrados.

Mais um passo a Lua fecha um trígono perfeito com Mercúrio que escolheu voltar e permanecer no signo fixo de Saturno, assim como Dimas Blanco voltou para o pueblo e se fixou. E agora tem um lugar no panteão dodoístico.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ:
https://www.catarse.me/gastronomicas


 

 

28 janeiro 2021

Lua em Leão oposta ao cazimi de Júpiter em Aquário

 

A Lua segue na realeza. Em signo colérico, em sua fase crescente colérica, e sem amigos. Suas relações se dão por aspectos são difíceis: a quadratura a Marte em Touro e a oposição aos vários que já se juntam em Aquário. Cheiro de revolução? “Cortem-lhe a cabeça!”
A Lua tirana se acha grande mas não tem como não ver diante de si o gigante benéfico lavando a alma no cazimi em Aquário.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A Lua é disposta pelo Sol, este que por uns momentos se fundiu com Júpiter.
E eu me lembrei da pequenina majestade que o Dodô preparou para uma vernissagem da exposição Coisas de Alice da @bordadurasgiole. No dedal, chocolate com casquinha de mexerica cristalizada. Você se lembra da cena do dedal? A corrida com final totalmente jupiteriano?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
“Todo mundo ganhou e todos merecem ganhar prêmios.”

 
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

a cena da corrida aqui
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ:
https://www.catarse.me/gastronomicas


 

26 janeiro 2021

Fermento


Em Câncer, a Lua é associada à nutrição do corpo e também da nutrição emocional, ao aconchego de estar em casa, protegida. E é assim que ela poderia ficar, bem gostosa, não fossem os aspectos. Há pouco fez um sextil com Marte e segue em direção à oposição a Vênus.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Neste encontro tratarão então de questões como: ‘De quanto precisamos para nos saciar física e afetivamente?’  
Vênus em Capricórnio propõe que podemos preferir (sim) ter pouco e assim evitamos desperdício de energia cuidando de excessos.
A Lua domiciliada é capaz de se nutrir ela mesma mas responde com um muxoxo, não quer largar nada.
Oposição não é uma conversa tranquila.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A Lua exalta é Júpiter, quer saber da fecundidade comendo solta e com nutrição garantida, seios fartos, abundância. Ela ama o ambiente do fermento, a umidade, a fertilidade. Ela se lembra com nostalgia do caldo primordial com a diferença (enorme) de que aqui o caldo de farinha recebe as bactérias precisas, em condições controladas evitando o desperdício de energia, como a Vênus lembrou.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O próprio Júpiter, em signo de Saturno, não é avesso a limitações. O fermento ilustra muito bem o Júpiter em Aquário já que a alimentação e a reprodução se dão igualitariamente por toda a colônia, e o resultado é a multiplicação da vida e a produção de ar. Esse ar deve também ficar bem distribuído pela massa do pão depois de assado.  É nesses alvéolos que ficam guardados os aromas que te seduzem quando você corta o pão. É Júpiter na triplicidade do Ar. Nem tente resistir.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Outra característica aquariana: o pão é confeccionado por processos que não acontecem espontaneamente na natureza, para que ele exista é necessária a ação humana — e conhecimento para fermentar e assar — e por isso é considerado um marco civilizatório.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O pão, como a Lua demanda, alimenta o corpo e os afetos (a etimologia da palavra companhia é cum "com" + panis "pão"); e também é símbolo de sobriedade defendido pela Vênus. Portanto as duas podem por favor suspender a treta e se acomodarem à mesa onde há pão que o taurino Marte acabou de trazer? Mesmo que continue presente a questão:


‘De quanto precisamos para nos saciar física e afetivamente?’


 Para o brunch de amanhã, a Lua vai trazer o seu patê super nutritivo e Vênus a Conserva de Capricórnio

⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ:
https://www.catarse.me/gastronomicas

12 janeiro 2021

Lunação de Capricórnio


⠀⠀⠀⠀
    "A figura inesquecível é João Semana. Voltando para casa, na soalheira do verão ardente, sob 'enorme umbela de paninho vermelho', o sólido cirurgião octogenário vai encontrando clientes que o consultam e mesmo um dêles o aguarda à escada da mansão.
    Vemos o tio José das Bicas que aparece 'segurando uma enorme tigela de caldo de tronchuda e vagens coroado por uma pirâmide de boroa esmigalhada'. Adiante, 'um lavrador robusto, sentado na soleira da porta, a comer uma fêvera de bacalhau' pergunta se a mulher pode servir-se de sardinha assada.
    — Pode, mas de caminho avise o padre que a venha sacramentar...”*

 
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Esse é o tom do Menu-Lunação que abre esse ciclo de sequeira, de bastante trabalho e de bastante Vênus.
⠀⠀⠀⠀
Para comer esse Céu dá uma olhada no Catarse do DÔ


⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀
*Julio Dinis, As pupilas do senhor reitor.


 

08 janeiro 2021

Mercúrio em Aquário

 

Eu adoro ver as pessoas inventando pratos que já são clássicos. Uma vez uma amiga contou de um preparo que a família dela criou e eles amam, com espinafre e ovos. "Que legal, é um clássico, se chama à Florentina". Ela não gostou muito, talvez tenha se sentido furtada na autoria do prato. Foi gafe minha mas, sinceramente, vai me dizer que não é a coisa mais linda acessar a enciclopédia coletiva e tirar de lá uma cria. Uma cria que funciona! Pois se não, não seria um clássico.

Mercúrio está em Aquário e inventa uma coisa que já é fixada na tradição.
Não falo de releituras, falo de estrutura. A bruschetta por exemplo, em quantas casas não foi inventada? Tantas vezes batizada de pizzinha, o que é uma fofura.
⠀⠀⠀⠀⠀
A bruschetta é genial mesmo. Só pode vir da água do conhecimento que Ganímedes derrama sobre nós.
⠀⠀⠀⠀⠀
Aquele pão ali já sentindo o sopro do velho Saturno, ficando durinho, melancólico que tantos Mercúrios olharam e tiveram a ideia de cortar em fatias, tostar para que fique crocante, cheiroso e resistente o bastante para receber uma cobertura.

Cito aqui a clássica com tomate concassé (cru e picado), com alho ralado no próprio pão, outras com manjericão, tomate confitado, azeitona, alcaparra; a que está mais na voga: homus, fatias de abacate e alguns grãos inteiros para finalizar.

A cobertura sim dá abertura à assinatura autoral e originalíssima. Há tantas possibilidades quanto nuvens no céu ou toquinhos de vegetais nos cantinhos da geladeira.
⠀⠀⠀⠀⠀
A da foto tem base de um chutney natalino, à base azeitonas pretas e figo seco — gosto de selar minhas bruschettas para que fiquem sequinhas até o fim, tomate cru, cogumelo e manjerona.


CHUTNEY DE FIGO E AZEITONA

da Nigella Lawson

Eu prefiro comprar as azeitonas com caroço porque as azeitonas que encontramos no supermercado já são tão sem gosto, sem caroço então, tenho a impressão que fica totalmente lavada pela salmoura. Quem conseguir comprar uma conserva em óleo em um mercado municipal por exemplo, terá muito mais sorte. Pra quem não consegue, sugiro que façamos o seguinte: comprar 400g de azeitonas com caroço, desencaroçar e pesar de novo só a polpa.



325g de figo seco, cortado em quatro

220g azeitonas pretas sem caroço (eu colocarei muito mais no próximo)

100g de açúcar mascavo

1cc sementes de funcho (se você só tiver erva doce, use erva doce)

1cc canela

Uma pitada de cravo em pó

60 ml vinho Marsala (eu usei uísque)

150ml de vinagre de vinho tinto

100ml de água


Exceto a azeitona, cozinhe tudo por 15 minutos. Cuide para que não fique muito seco. Apenas no final juntes a azeitonas. Deixe esfriar e processe.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🍞 Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ:
https://www.catarse.me/gastronomicas


 

01 janeiro 2021

Lua em Leão, Vênus em Sagitário


 Foi num relance, tal qual um trígono de fogo, ouvi o Alex Atala dizer: "Com o ato de cozinhar você seduz, emociona e leva pra viajar".
Ele deu uns exemplos: se você pensa na combinação {muçarela+tomate+manjericão} a sua imaginação te leva para a Itália; se alguém de fala de {arroz+shoyu+alga} você vai pro Japão, e por aí vai mundo afora.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Mas isso é possível porque a tradição fixou alguns esteriótipos — lembram os planetas em Aquário. Eles que não vão deixar a Lua passar no salto pela oposição a eles sem lançar uma fagulha de ventinho gelado.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Vênus Sagitário recebe de boa essa informação. Quer dizer, recebe por sextil.
Gostou da imagem dada pelo Marte Atala; seduzir e viajar. Vamos para o outro lado do mundo!

{arroz + alga + shitake + cenoura + shoyu + saque}

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Na terra do Sol nascente a oferenda de arroz nos altares lembra a ligação do homem/natureza com o divino e portanto é um símbolo de Vida.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Amanhã cedo a Lua faz o trigono perfeito com Vênus Ras Alhague, um momento auspiciosíssimo (não tente pronunciar essa palavra com a boca cheia de arroz) para perceber a fragilidade e a preciosidade da Vida. Pouco depois entra em Virgem, e cultivar a Vida a gente não larga a responsabilidade das pequenas decisões e cuidados. Não se exima, por favor.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
 

Receita do Gomoku Okowa aqui 

 

Para comer o céu do mês, dá uma olhada no Catarse do DÔ:
https://www.catarse.me/gastronomicas