dodô

dodô

14 junho 2009

o país da Cocanha

"Enquanto Maquiavel analisa friamente a realidade, outros refugiam-se no sonho. Nas artes proliferam temas como "fonte de Juvena", que assegura a juventude eterna, ou "jardim das delícias", em que todos os prazeres são possíveis. Os pobres imaginam o "país da Cocanha", onde há um morro de queijo parmesão gratinado e um rio de vinho branco..."

desta aula sobre o Renascimento

Um comentário:

Luis disse...

Cocanha pão e vinho, sigo esse caminho.