dodô

dodô

13 maio 2016

para Caipora

            

"Caipora ou caapora é o gênio protetor dos animais da floresta. (...) 
Sua missão é, porém, sempre a mesma: proteger a caça da sanha dos caçadores malvados." 

    Texto do livrinho Lendas e Mitos do Brasil, que vem comigo desde o colégio, aquela época em que a gente cantava o hino nacional em fila, em frente à bandeira, acreditava nas riquezas, nos heróis. E hoje que os caçadores malvados tomaram o poder desse Brasil, chamo por favor a Caipora. 
     Faço isso através de uma comida bem colorida, bem rica, tentei diversificar os sabores tanto quanto a imagem da Caipora, que muda de região para região, mas não pude deixar de começar pelo pinhão. Porque quando penso em floresta já penso nas Araucárias afinal, estão aqui à minha vista; tantas delas, que durem muito, longa vida às araucárias! Estou mesmo muito sentimental - e preocupada.

Infelizmente eu não tinha uma grande fogueira, 
por outro lado como queria me mexer na cozinha, preparei as coisas separadamente, mas a ideia básica é: legumes tostados com melado, sal e pimenta
. o pinhão foi cozido 
. a abóbora e batata doce assei antes e finalizei tostando na chapa de ferro
. o milho foi o contrário: tostei na chapa e depois coloquei no forno pra finalizar
. a maçã, alho, cenoura e cebola ficaram só no forno
. a abobrinha foi só na chapa
. o quiabo foi na chapa mas mas cuidando para que asse ali
. o jiló também, mas o jiló tem que soltar a casca e ficar macio por dentro, vale no final abafar também.

tudo isso é servido regado com melado, temperado com sal e pimenta




Nenhum comentário: