dodô

dodô

07 junho 2016

Abóbora assada com Polenta de milho



Pra esquentar pero sem perder a leveza!
Foi sem querer mas ficou uma festa junina no prato, com direito a forno pra esquentar a cozinha.



Abóboras assadas com alecrim
Eu gosto de assar a abóbora ainda inteira, fica mais fácil de cortar e sempre penso que é o ideal pra ela não secar e ir dar uma condensada no açúcar sem perder o sabor.
Então ela ficou inteira enquanto eu aproveitei o forno pra assar outra coisa. E guardei ela assim mesmo. No dia de preparar esse prato cortei em fatias (estava bem durinha ainda), coloquei na forma untada e já temperei com sal e páprica picante e coloquei por cima bastante alecrim. Gosto do alecrim assim sequinho crocante, mas se você prefere mais fresco, é só colocar no final.

Polenta de milho (em lata)
Uma vez no Dodô puertas cerradas propus uma polenta de milho fresco (dentre outros quitutes, claro) pros comensais almoçarem assistindo O Baile, do Ettore Scola. Foi muito legal, só que a polenta demorou muito pra ficar pronta, foi quase a sobremesa. Então dessa vez acrescentei um pouco da polentina que tinha aqui das arepas colombianas pra secar um pouco e não demorar tanto. E não demorou quase nada mesmo!
No  liquidificador, uma lata de milho com a água, 1 cS de polentina e sal. Dá pra coar pra deixar a polenta lisinha mas deixei com tudo.
Levar a uma panela e no fogo baixo mexer sempre até que engrosse. Então colocar num refratário e levar ao forno.

Servir com vinho tinto - ou quentão! ;D

Nenhum comentário: