dodô

dodô

16 julho 2016

Doce de pêssego com baunilha e alecrim

                  Uma gafe! Parece que não anotei as medidas dos ingredientes...!
                  Mas ficou muito boa mesmo essa geleia - e a foto da Lidia! - então resolvi deixar a ideia aqui mesmo assim. No fim de contas a proporção pêssego/alecrim/baunilha tem que ser experimentando mesmo, pra ter certeza que tem os sabores do três bem presentes.

O começo é um doce de pêssego bem normal:
:. uma calda rala de {açúcar + água}
:. pêssego sem casca picado, de molho em água com limão para que não escureça

Quando a calda estiver no ponto, acrescentar o pêssego escorrido e cozinhar - mexendo várias vezes durante o processo - até que boa parte fique cremoso, mas ainda com pedacinhos.
Raspar uma vagem de baunilha, acrescentar as sementinhas no doce (pena que não dá pra ver os pontinhos na foto) e guardar a fava para outro uso.
Só no final acrescentar aos poucos folhinhas picadas de alecrim, experimentando sempre até encontrar o equilíbrio.



foto Lidia Ueta

Nenhum comentário: