dodô

dodô

03 julho 2016

Jabazinho: o chutney de frutas tropicais do Dodô com repolho tostado e linguiça vegana



                 Hoje preparei um chutney bem brasileiro e tive que fazer o sacrifício de experimentar :D
                 Este é de frutas que tenho bem à mão: maçã, banana e laranja (coisa mais linda essas laranjeiras daqui, cheinhas de laranjas!), bem doce como os doces que gostamos tanto, com bastante pimenta!

                 Como estava fazendo lingüiças veganas para o entrevero, roubei umas rodelas e dei uma fritadinha com um pouco de óleo. E é justamente sobre a lingüiça que essa postagem vem tratar. Com trema, por favor, gosto de lingüiça com trema e já me considero com idade suficiente pra teimar com certas coisas!

                 O repolho também só tostei na frigideira com muito menos óleo, e sal.

                 Simples é ótimo!



LINGÜIÇA VEGANA

                 A receita é daqui mas como mudei alguma coisa (essa incapacidade de seguir tim tim por tim tim), aqui vai a minha versão, muito parecida:

½ xícara de feijão preto cozido. Eu deixei o feijão germinar uns 4 dias antes de cozinhar.
 ¾ xícara de chá de funcho (a receita dizia caldo de vegetais e o funcho era acrescentado moído, mas não tenho moedor e ia ficar muito ruim de mastigar, então optei pelo chá, mas faça bem forte)
1 cS azeite de oliva
1 ½ cS de shoyu
2 dentes de alho bem picados
1 xíc de farinha de glúten
1 cc de pimenta calabresa
1 cc de páprica defumada (gostaria de ter colocado mais)
1 cc tomilho seco
Pimenta do reino
Também gostaria de ter colocado coentro moído, na próxima terá.

. Preparar uma panela para cozimento a vapor
. Amassar o feijão ou passar por uma peneira
. Juntar a ele os líquidos mas não todo o chá, para ir acrescentando o glúten aos poucos, intercalando com o chá, pois ele fica durinho e não é bom ficar sovando muito.
. Dividi em 3 partes e embrulhei em papel alumínio e coloquei para cozinhar na panela de vapor. 



Nenhum comentário: