dodô

dodô

27 março 2016

Potaje de Vigilia



                 Acho que atrasadinha, se for pensar nessa delícia como comida de quaresma, mas como aqui em casa nunca tem carne, nem bacalhau, tá tudo certo! ; )





                 A sugestão veio a tempo, a receita essa aqui,
mas foi um tal de falta espinafre, daí descobri que não tinha grão de bico em casa... a execução demorou, mas a ideia estava presenta há dias.

                 Quando o grão de bico chegou já coloquei de molho. Sempre sempre sempre deve-se colocar o grão de bico de molho antes de cozinhar. Umas 8 horas, então é melhor deixar logo na véspera.
                 No afã preparei também o pimentão. Tá, não vai pimentão nessa receita, mas até o meu cérebro fazer acertar a tradução de 1 cucharita de pimentón dulce pra uma colherzinha de paprica doce, eu já tinha imaginado e irreversivelmente encasquetado com pimentão. Sí, acontece dessas quando leio receitas ou qualquer outra coisa em espanhol. Além disso, confesso que sempre que penso em comida espanhola penso em pimentão. Amo!
                 Pois o pimentão coloquei inteiro sobre a chama do fogão, até que a casca tenha ficado toda pretinha e solta. Quando esfriou lavei a casca, piquei e deixei ali esperando; legal preparar antes é que o suco que ele solta a gente usa no molho.
                 Hoje cozinhei o grão de bico.
                 Quando estava quase pronto comecei o preparo final, na panela da potaje:
                 . esquentei a panela com uns galhinhos de lourinho (não tinha louro); ele é mais perfumadinho que o louro, me parece que tem uma coisinha de pitanga, se bem que cada um faz uma associação diferente. A carinha dele você pode ver aqui ;)
                 . adicionei azeite de oliva e alho picado; quando ele estava macio, foi o tomate picado até ficar macio também, então adicionei o pimentão e seu suco, e o grão de bico com a água de cozimento.
                 . temperei com sal, pimenta, 1 colherzinha de páprica doce e 1 de cúrcuma, porque açafrão - açafrão mesmo - nóis num have aqui nos interior...!
                 . enquanto cozinhava refoguei os talos do espinafre (bem picadinhos) em mais um dente de alho picado e adicionei à sopa
                 . quando estava praticamente pronta entraram as folhas de espinafre cruas. Misturar bem para que ele não fique pra fora do caldo, senão fica preto e meio amargo.

                 Na hora de servir, incrementar com um fio de azeite cru, que dá um perfume!


                 E por sorte minha chegou um filme espanhol divertido pra acompanhar
Torremolinos 73


Nenhum comentário: