dodô

dodô

31 janeiro 2017

Punt e Mes em Italo Calvino

                "Foram ao café Melina. Ocuparam uma mesinha na calçada, havia barulho. Caisotti queria convidar. — Um Punt e Mes? — Ampelio aceitou um Punt e Mes. Quinto, que estava com dor de estômago, pediu um chá de ruibarbo, mesmo convencido de que até o ruibarbo lhe faria mal. Ampelio ofereceu cigarros a Caisotti. Quinto não fumava. Tinham rapidamente adotado, Ampelio e Caisotti, um tom de perfeita familiaridade; Quinto estava meio invejoso."

in: CALVINO, Italo. A especulação imobiliária. SP: Companhia das Letras, 2011. pág 35 







Nenhum comentário: