09 novembro 2019

Laurus Nobilis


    
                 Hoje Marte está conjunto à estrela Spica. No site Costellations of Words a gente lê sobre isso: "Celebridade. Pode ter bom julgamento e tomar decisões rapidamente. Ou ser violento nas disputas, rígido, ou um tolo."
                 Ou seja, essa conjunção pode trazer uma coroa de louros. E não é que o  nome da planta é realmente Laurus Nobilis? Também descobri que queimar louro pode aliviar dor de cabeça e estresse, e um banho pode tonificar os músculos, que pertinente.
                 Aqui no Dodô o ritual tem que virar comida, então o louro será tostado na panela. Em maior quantidade ele dá um toque bem refrescante. É arriscado? Sim, ele pode tomar o sabor de tudo, pode ficar amargo se passar, mas num sextil por signo a dispositora do Marte incentiva: "Pode tacar louro!", e o dono da casa, num sextil mais exato, só confirma. Bom, se esse cara tá falando, não tem como dar errado! Mas a palavra final é da Lua. Vixe!!! A Lua já está com o maçarico na mão! Em trígono a Júpiter, olhando de frente o Marte com a Spica. Olhar de frente é tenso, mas é alguma relação A Lua vê o seu dispositor. O problema, na Astrologia, é não ver. A Lua não vê Sol e Mercúrio, por exemplo. Mercúrio, aliás, pouco vê, voltando em direção ao Sol, as asinhas tostadas como nossas folhas de louro. Talvez por isso eu esteja aqui tagarelando sem antes ter anotado o processo da cozinha, sem ter foto nem nada. Talvez devesse ser mais cuidadosa, mais certeira... mas então, a Lua, sem fazer aspecto com ele(s), não nos passa esse bilete. Saturno também está dizendo "Cuidado, não vão colocar fogo na casa., precisamos manter certas estruturas" mas Áries é a sua queda. A Lua, quando passa ali, não tem o menor saco pra Saturno: "Vai esfriar a pqp! Porque eu sou rica!!". Rica de Vida, claro. De vida e fogo no rabo? Com seu regente em Libra, Vênus regente de Libra em signo de fogo... Não sei, não vou me comprometer, Mercúrio nessas condições não tá ajudando a pensar, como vocês estão vendo.

                 Voltemos à cozinha, a Lua trouxe uma memória. Quando eu morava em Forno Alegre e a vida era parecida com o mapa de hoje, um amigo me mostrou uma coisa incrível: ele esquentou bastante uma panela com um pouco de óleo e ali fritou o macarrão antes de colocar a água para cozinhar. E o trigo bem tostado solta um perfume amendoado. Eu acrescento: enquanto tosta a massa e sente esse perfume, pede pra que a Lua ouça os bons conselhos que são mostrados pela Spica, mesmo que ela reclame um tanto. É possível. Os guerreiros levam muito em conta seus adversários. Todo mundo tem que olhar pra casa 7.
                 O macarrão tostado vai ficar muito bom com o louro, é o meu palpite. Eu falei que não ia me comprometer com a hipótese do fogo no rabo mas como é uma maneira muito saudável de consumir a energia incendiária do ar, vou apostar no trígono Lua-Vênus-Júpiter; e como esse já é um prato mediterrâneo (macarrão bronzeado e louro), vamos usar e abusar do figo e do pepino... uma pimentinha... penso em combinar pimenta vermelha quente com pimenta verde em conserva. É importante um conserva aqui, algo com sal, com acidez, porque Saturno tá quadradinho e no fim de contas quem vai comer por ultimo é ele, sempre bom lembrar. Sempre ele. Spica tá aí pra lembrar que ciclos se sucedem e é isso mesmo. Alcaparras para Saturno! E pra ostentar a riqueza de Vida, o que tiver de fresco na geladeira. Porque não dá pra planejar e ir lá comprar e tudo mais, vamos usar o que tem e pronto. Decisões rápidas. Eu tenho tomate. Queria ter salsinha. Na falta dela vou fazer uma misturinha hortelã fresca + orégano seco. Olha pra Vênus com Júpiter, finalizo com azeite de oliva e fé que vai dar certo.



Nenhum comentário: